Estudo mostra a relação entre a contracepção hormonal e o câncer de mama


Um estudo realizado com 1,8 milhões de mulheres, ao longo de 11 anos, mostrou um aumento de cerca de 20% no risco de câncer de mama entre as que faziam ou fizeram o uso de contracepção hormonal, em relação às mulheres que nunca fizeram o uso deste tipo de medicamento. Foi detectado que quando maior o período do uso, maior o risco.

A pesquisa foi realizada por um grupo de pesquisadores da universidade de Copenhague, na Dinamarca e Aberdeen, na Escócia. Atualmente existem há métodos de contracepção hormonais e não hormonais para mulheres. Entre os hormonais, estão a pílula, a injeção, o anel vaginal, o implante e o DIU Mirena. Por sua vez, a camisinha feminina, o diafragma e o DIU de Cobre são métodos não hormonais.

Segundo os pesquisadores, os riscos trazidos ela contracepção de quem faz o uso de hormônios, entre eles o de câncer, já são conhecidos. No entanto, havia uma expectativa de que os métodos contemporâneos, com menor dosagem hormonal, fossem menos nocivos.

Além disso, a pesquisa não acompanhou apenas os efeitos da pílula, mas também contabilizou os impactos do anel vaginal, dos implantes, dos adesivos e do DIU Mirena, mostrando haver pouca diferença entre eles, em termos de risco de câncer de mama e mesmo entre as diferentes tipos de pílulas contraceptivas orais combinadas, como as que contém estrógeno e progesterona.


Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

©  2018. Hospital Cliom. Criado por Decolô Comunicação.

R. Dr. Albino Magalhães, 91 - Farol, Maceió/AL, 57050-080 

082 3311-4551

082- 3336-4549