Médico Oncologista do Hospital Cliom fala sobre Câncer de Próstata

November 14, 2018

 

 

 

Dr. André Guimarães cedeu entrevista para o " O Vigilante" - Confira Íntegra

 

 

O câncer de próstata é o segundo que mais mata homens no Brasil, ficando atrás somente do câncer de pulmão. Uma estimativa do Instituto Nacional de Câncer aponta que 68.220 casos devem ocorrer no Brasil. Em Alagoas, o órgão prevê 633 novos casos até o fim deste ano. Por isso, é muito importante realizar exames periodicamente. Teve início na última quinta-feira (1º)  a campanha nacional do Novembro Azul, que visa conscientizar a população masculina a respeito da doença, a importância da prevenção e o diagnóstico precoce.

 

O preconceito do homem em procurar um médico e realizar exames de rotina, como o chamado "toque retal" ainda é muito alto e a campanha tem como objetivo quebrar esse paradigma e alertar para a necessidade da prevenção, pois o diagnóstico precoce aumentam as chances de sobrevida do paciente.

 

De acordo com o Dr. André Luiz Pereira Guimarães, oncologista Clínico do Hospital Cliom, é preciso fazer a prevenção anualmente, de acordo com os indicados pelas diretrizes da Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica. Ele disse que o preconceito ainda é algo que precisa ser amplamente discutido e a campanha tem ajudado nesse sentido. As dúvidas são grandes e o medo também.

 

"A campanha Novembro Azul é de máxima importância, pois iremos quebrando tabus e paradigmas e, ainda, conscientizando a população. Morrer de câncer não é destino, é descuido"! 

 

Ele considera alta a estimativa de câncer de próstata para o estado, mas também para outros tipo de câncer. "Hoje, em cada 90 pessoas irá ter algum tipo de câncer". Ainda segundo o médico, ainda é grande a dificuldade ao acesso dos pacientes aos Centros de Oncologia, e também porque ainda existe um certo preconceito sobre o " toque retal". Isso, muita vezes, torna o tratamento mais tardio.

 

 

O que é a próstata?

 

É uma glândula do sistema reprodutor masculino, que pesa cerca de 20 gramas, e se assemelha a uma castanha. Ela localiza-se abaixo da bexiga e sua principal função, juntamente com as vesículas seminais, é produzir o esperma.

 

Câncer de próstata:

 

É a multiplicação desordenada de células da próstata. No Brasil é o segundo tipo de câncer mais frequente nos homens.

 

Fatores de risco:

 

- Histórico familiar de câncer de próstata: pai, irmão e tio;

- Raça: homens negros sofrem maior incidência deste tipo de câncer;

- Obesidade.

 

Sintomas:

 

Em estágio inicial, quando as chances de cura beiram 90%, não há sintomas. A ausência de sintomas não garante que não há problemas. Por isso, converse com seu urologista e cuide da sua saúde!

 

Em fase avançada:

 

- dor óssea;

- dores ao urinar;

- vontade de urinar com frequência;

- presença de sangue na urina e/ou no sêmen.

 

Diagnóstico e Tratamento:

 

A única forma de garantir a cura do câncer de próstata é o diagnóstico precoce. Mesmo na ausência de sintomas, homens a partir dos 45 anos com fatores de risco, ou 50 anos sem estes fatores, devem ir ao urologista para conversar sobre o exame de toque retal, que permite ao médico avaliar alterações da glândula, como endurecimento e presença de nódulos suspeitos, e sobre o exame de sangue PSA (antígeno prostático específico). Cerca de 20% dos pacientes com câncer de próstata são diagnosticados somente pela alteração no toque retal. O tipo de tratamento vai depender do estágio da doença em cada paciente.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags
Please reload